modelo-banner-post-blog-estoque-ecommerce

3 dicas para gerenciar o estoque da sua loja virtual

Uma gestão eficiente de estoque é imprescindível em qualquer negócio.

Por Mercado E-Commerce | 6 de agosto de 2014

Uma gestão eficiente de estoque é uma das necessidades mais imprescindíveis de qualquer negócio – e também uma das atividades mais desafiadoras. Assim como acontece nas lojas convencionais, o controle de estoque também é tarefa de primeira importância para o sucesso de um e-commerce. Afinal de contas, o conhecido ditado “não prometa o que você não pode cumprir” pode ser facilmente aplicado como lema pelos comerciantes virtuais: se vender ao seu cliente uma mercadoria que não possui no momento ou não pode entregar, você corre o risco de comprometer seriamente a relação de confiança estabelecida com seu consumidor e, em último nível, a boa reputação da sua empresa.

Para evitar esta situação e outros problemas logísticos prejudiciais à imagem da sua loja virtual, colocar um bom gerenciamento de estoque em prática é tarefa mais do que indispensável. E você, sabe como administrar seu inventário com eficácia? Confira as 3 dicas que selecionamos para gerir bem o estoque do seu e-commerce!

1. Primeiro, analise o tipo do seu negócio

Antes de definir a melhor forma de gestão de estoque para sua loja virtual, é preciso ter um conhecimento acurado da própria empresa e seu sistema de funcionamento, assim como do seu público e da espécie de mercadorias que você comercializa. Estas particularidades vão influenciar diretamente no gerenciamento de inventário.

Responda a esta pergunta: seu e-commerce utiliza a web como plataforma de revendas ou seus produtos são personalizados, confeccionados por você e seus funcionários? A resposta a esta questão central impacta diretamente na decisão para gerir o estoque, influenciando fatores como o volume ocupado pelos produtos e a estimativa de orçamento.

Hoje, os e-commerces trabalham com dois tipos de estoque principais:

Depósito vazio: a prática do drop shipping

Algumas lojas virtuais optam simplesmente por não manter um estoque. Assim, elas fazem a compra dos produtos conforme as demandas aparecem. Esta estratégia é conhecida como drop shipping e é indicada para os empreendedores que não possuem muito capital para investir no estoque. No entanto, fique atento: para colocá-la em prática, é necessária uma boa dose de confiança nos seus fornecedores, que devem ser escolhidos a dedo e trabalhar em boa sintonia com sua loja.

Estoque tradicional

No estoque tradicional, o empreendedor geralmente lida com mais solitações e um maior nível de demanda, o que exige um acompanhamento mais próximo do negócio. Nestes casos, é necessário um espaço físico para armazenagem e os cuidados necessários para mantê-lo em ordem. Um bom manejo da oferta e da demanda também é crucial para estoques tradicionais. Para manter este controle, nossas próximas dicas são essenciais – continue a acompanhar o post!

2. Mantenha um controle rígido

Para não perder a noção das mercadorias a serem vendidas e reabastecidas no estoque, evitando o perigo clássico de faltar certa mercadoria (não atendendo, desta forma, à demanda) ou de dispor de um excesso de produtos obsoletos (caindo assim no prejuízo), é imprescindível manter um controle rígido da saída e da entrada de mercadorias do seu e-commerce. Tudo aquilo que está disponível no estoque e todas as movimentações realizadas (as referidas entradas e saídas de produtos) devem ser devidamente registradas para controle.

Para facilitar a atividade (que pode ser um tanto complexa dependendo do nível de demanda e solicitações da loja virtual), você pode lançar mão de um software específico de gestão de estoque e outras ferramentas específicas para a atividade. Planilhas do Excel e os bons e velhos papel e caneta são outras opções – tudo dependerá do seu tipo de negócio e de suas preferências de organização. O importante é registrar as transações de forma periódica, se possível semanalmente.

3. Mapeamento do fluxo

Para garantir um bom abastecimento do estoque, coerente com a demanda, é necessário ter uma noção clara de quais são os produtos de maior e menor saída, assim como conhecer a frequência de reposição de cada item. Para visualizar estes dados e tomar estas decisões, uma atividade é indispensável: analisar o histórico de vendas. Percebe como manter um controle rigoroso e detalhado é importante?

Lembre-se também de considerar os períodos sazonais. Em datas comemorativas como Natal, Dia dos Namorados e Dia das Mães você deve fazer uma boa previsão da saída de determinados produtos para conseguir controlar o estoque e atender à demanda.

Promover um bom gerenciamento do estoque não é nenhum bicho-de-sete-cabeças, mas exige um trabalho detalhado e rotineiro de atenção ao fluxo de vendas. Seguindo as dicas acima, você consegue garantir que sua “promessa” seja cumprida assim que o cliente finalizar o processo de compra na sua loja virtual. E você, como realiza a gestão de estoque no seu e-commerce? Compartilhe conosco nos comentários!

 

Comentários

Comentários

Tags: , , ,

Categorias: Blog, Blog, E-commerce, Blog, Logística

Leia Também

67% dos brasileiros não compraram na internet no último ano
1ª loja física do Brasil a vender bitcoin quer levar moeda virtual para a rua
Varejista japonesa experimenta cabine de roupas virtuais
Moeda Bitcoins vai ganhar cartão de crédito