mercado-ecommerce-5-dicas-marketing-digital-pequenas-medias-empresas

5 Dicas de Marketing Digital para Pequenas e Médias Empresas

Dicas de estratégias de Marketing Digital para pequenas e médias empresas.

Por Mercado E-Commerce | 16 de março de 2011

Pequenas e Médias empresas podem ser vistas como Grandes e Organizadas Corporações através do uso de ações estratégicas de Marketing Digital. Além, é claro, de ser uma ferramenta perfeita para a captação de novos prospects e clientes. Com a popularização das redes sociais, o marketing digital se tornou ferramenta obrigatória para qualquer tipo de empresa. O grande diferencial é que pequenas e médias empresas possuem a vantagem de implementar projetos com muito mais agilidade e capacidade de adaptação. Esse diferencial faz com que muitas dessas empresas se destaquem no meio empresarial através de cases de sucesso e ações criativas de marketing.

Aqui listaremos 5 dicas para usar o marketing digital combinado com algumas ações de SEO para conquistar novos clientes e admiradores da sua empresa.

O Blog é a maneira mais fácil de criar e gerenciar conteúdos de qualidade com alta possibilidade de indexação pelo Google. Serve como um “Plus” para o seu site e pode servir como uma rede de captação de novos clientes. Vai uma dica: faça de seu blog uma fonte de informação para que você seja descoberto e adorado pelos clientes. Para isso, entre na cabeça deles e tente imaginar por onde estão navegando ou que tipo de conteúdo estão buscando no Google. Utilize ferramentas como o Google Suggest, Adwords, Google Zeitgeist ou Google Trends. Combinando estas ferramentas com as palavras-chave ligadas ao seu negócio, você descobrirá o que está na “boca do povo”, ou melhor dizendo, o que as pessoas estão buscando a respeito do seu negócio. Faça posts interessantes para o seu público e se deixe ser encontrado.

2 – Newsletter e Email Marketing
Newsletters ou Email Marketing são ótimas ferramentas para você aguçar diariamente o desejo de consumo dos seus clientes. Existe uma corrente que minimiza o valor desse tipo de mídia, mas não se iluda pelo negativismo! Email Marketing funciona! E como funciona! Mas, como todo tipo de mídia, você precisa estabelecer uma frequencia certa. Evite enviar emails com larga diferença de tempo. Mas também não seja chato a ponto de enviar dois a três emails por dia. Estabeleça um padrão para o seu negócio. Evite comprar listas no mercado negro ou de fontes duvidosas. Essas listas poderão fazer com que a imagem da sua empresa fique queimada, e seu email provavelmente entrará nas listas ANTI-SPAMS (o SPC/SERASA dos servidores de Email).

Veja o que não pode faltar em seu e-mail marketing:
– Uma promoção atrativa.
– Preço competitivo.
– Facilidade de pagamento.
– Fotos e layouts bonitos e atrativos.
– Diferencial competitivo: ofereça um brinde ou um serviço a mais para que você se destaque frente aos seus concorrentes.

3 – Redes Sociais
Virou modismo: toda empresa tem que estar no Facebook e no Twitter. Concordo. Porém, antes de sair cadastrando sua empresa em duzentos sites diferentes de redes sociais ao redor do mundo, pense exatamente na finalidade dessa ação. E na verdade não existe outra: ficar próximo dos seus clientes, e quem sabe ampliar seus contatos e número de seguidores. Agora pense em sua estrutura. Você realmente tem tempo de responder ou interagir em tempo real com seus clientes em todas as redes sociais? Provavelmente não. A regra é clara: entre em uma rede social somente quando você tiver tempo e condições de atuar o tempo todo. Não entre por modismos ou apenas para dizer que está presente, pois na prática, não estará. Se possível, recorra a um profissional qualificado. Em geral são muito experientes e poderão te auxiliar na elaboração de um planejamento de atuação adequado para o seu negócio.

banner-cursos

4 – Resource Center ou Help Desk
Ainda não muito populares por aqui, o Help Desk é uma ferramenta muito explorada nos Estados Unidos. Os mais conhecidos são o Zendesk e o Kayako. Através deles, seu cliente terá acesso a toda informação de uso ou compra de produtos no seu site, informações relacionadas ao seu produto ou serviço, formas de pagamento, entregas e devoluções. Funciona praticamente como um self-service de informações relacionadas ao seu negócio. Em geral são recheados de perguntas e dúvidas mais frequentes, fáceis de serem identificadas pelos usuários. O Help Desk é facilmente configurado e certamente desafogará o seu serviço de tele-atendimento, fazendo com que seu custo com atendimento despenque. No Brasil, empresas como a Netimovies, a Rint ou o Moip, usam e abusam desse serviço. Outra vantagem é que o conteúdo publicado é facilmente indexado pelos mecanismos de busca.

5 – Google Adwords (Links Patrocinados) e Sites comparadores de Preço
Os Links Patrocinados são aqueles pequenos anúncios de texto que aparecem ao lado direito do Google assim que você faz uma pesquisa. Os resultados são sempre relacionados ao tema da busca. Da mesma forma, você poderá definir o seu público-alvo, selecionando as palavras-chaves mais adequadas ao seu produto ou serviço. O anunciante paga apenas quando seu anúncio é clicado. O valor do clique (CPC – Custo por Clique) é definido através de vários fatores que envolvem a qualidade do anúncio, as palavras-chaves escolhidas e uma série de outras métricas definidas pelo Google. Além disso, você poderá regionalizar sua campanha e até mesmo definir o orçamento diário.

Por outro lado os sites comparadores de preços coloca você ao lado dos seus concorrentes. Em geral, o CPC (custo por clique) é bem mais elevado que o Google Adwords, porém com a possibilidade de comparação instantânea de preços, formas de pagamentos e entrega. Se você deseja colocar sua marca ao lado de marcas famosas e consagradas, esta é sua chance. Porém, vá com cuidado. Ter o melhor preço não é garantia de venda. Além de preço, ofereça ao seu cliente formas de pagamento diferenciadas, brindes, enfim… qualquer diferencial que destaque você dos grandes varejistas. Muitos clientes pagam mais caro só para comprar de uma marca famosa e de confiança inquestionável.

Por isso, prepare sua retaguarda, oferecendo informações claras e precisas sobre a política de segurança, prazos e garantia de entrega dos seus produtos. Busque qualificação através do selo do E-bit e claro… cumpra com seus prazos corretamente.

 

banner-cursos

Comentários

Comentários

Tags: ,

Categorias: Blog, Blog, Marketing Digital

Leia Também

M-commerce: comércio móvel é tendência no Brasil
Os negócios preferidos das mulheres que empreendem
Compra de vestido de noiva pela web está ficando popular
E-commerce brasileiro terá frete grátis durante toda a sexta-feira