mercado-ecommerce-como-aumentar-taxa-conversao-google-analytics

Como aumentar a taxa de conversão do seu e-commerce usando o Google Analytics?

Se o digital é mensurável, ele pode ser sempre melhorado e testado.

Por Mercado E-Commerce | 24 de setembro de 2012

A ferramenta mais conhecida para medir o uso do site é o Google Analytics. Precisamos então, antes de medir, definir qual o objetivo da nosso site (vendas para e-commerce) e a partir disso, definir todos os KPIs (métricas de performance), como por exemplo: taxa de conversão, funil de conversão, visibilidade do call to action, taxa de rejeição, etc. Vamos entender um pouco mais sobre essas métricas:

Taxa de rejeição (bounce rate)
É a porcentagem de usuários que visitam o e-commerce, mas saem do site sem ao menos navegar por ele. Essa taxa de rejeição é o que devemos evitar sempre. Precisamos engajar os visitantes em nosso site, fazer com que ele fique um tempo considerável navegando para que possa realizar uma compra. Por isso, é importante você medir de qual fonte de tráfego e/ou cidade os usuários que geraram bounce rate vieram. E a partir disso, montar uma estratégia para engajar os usuários para que eles permaneçam em sua loja online.

Taxa de conversão
Nos permite entender o índice de pessoas que compram em nosso site, o que as pessoas que não compraram pelo site fizeram, e por que elas não compraram. A taxa de conversão é ideal para sabermos se estamos conseguindo converter bem todas as visitas que recebemos em nosso e-commerce. Não adianta achar porque vendemos 50 produtos está bacana, se o número de visitantes que não convertemos é muito alto.

mercado-ecommerce-como-aumentar-a-taxa-de-conversao-do-seu-ecommerce-usando-o-google-analytics-b

Gráfico da Fastcom.

Funil de conversão
O funil de conversão é ideal para sabermos em qual parte do fluxo de vendas estamos perdendo nossos clientes. Além de descobrirmos em qual página de nossa loja virtual estamos perdendo vendas, é possível analisar qual campo de nosso cadastro é um obstáculo para a conversão.

Análises técnicas
Aqui precisamos focar em descobrir se nosso e-commerce está compatível com todos os tipos de browsers, sistemas operacionais, resoluções de tela, dispositivos móveis, etc. É importante analisar qual nossa taxa de rejeição e taxa de conversão para cada tecnologia. Com o crescimento dos acessos via smartphones e tablets, essa é uma análise muito bacana, que pode justificar o desenvolvimento da versão mobile de seu e-commerce com bastante agilidade.

Uso do site pelo usuário
Quais os conteúdos do nosso site são mais visitados pelos usuários? Que tal colocar esses produtos em destaque no seu e-commerce? É importante criarmos segmentação de usuários, por região, fonte de tráfego, tecnologia, etc para entender o comportamento de cada tipo de cliente para melhor atender suas necessidades e consequentemente, aumentarmos a conversão de nossa loja online.

Existem muitas outras análises que podem ser feitas para aumentarmos nossa taxa de conversão, para isso é muito importante termos foco nos resultados e todos os KPIs mapeados. Essas métricas não devem ficar apenas no papel, elas devem ser transformadas em ação, em tomada de decisão para otimizar o fluxo de vendas do e-commerce.
Fonte: E-commerce Brasil

Comentários

Comentários

Tags: , , ,

Categorias: Blog, Blog, E-commerce, Blog, Google Analytics

Leia Também

Franquias e vendas pela internet atraem novos empreendedores
Instagram para empresas
E-Commerce: ninguém nasce sabendo
Especialista dá dicas de como se proteger de lojas virtuais não confiáveis