mercado-ecommerce-post-erros-loja-virtual

Evite os 4 erros mais comuns ao criar uma loja virtual

Confira os erros mais comuns que as pessoas cometem ao criar uma loja virtual e saiba como evitá-los.

Por Mercado E-Commerce | 6 de junho de 2014

Você é um empreendedor que decidiu abrir seu e-commerce para aumentar a renda? Resolveu que é o momento de investir mais tempo no próprio negócio? Já fez uma pesquisa de mercado, decidiu o ramo de atuação e elaborou seu planejamento estratégico? Se sim, os primeiros passos já foram dados! Agora é a hora de escolher um sistema e montar seu comércio online.

Antes de consolidar o negócio, no entanto, confira quais são os erros mais comuns que as pessoas cometem ao criar uma loja virtual e saiba como evitá-los!

1 – Oferecer muita diversidade de produtos
Mesmo com uma área de mercado definida, muitos empreendedores querem oferecer todos os produtos daquele segmento. Por exemplo, se a loja online é de informática, buscam oferecer desde teclados e mouse a pen drives, HDs externos, notebooks, desktops, entre outros produtos. Este é um erro comum de muitos que estão começando.

Ao oferecer muita diversidade, além da necessidade de ter mais espaço de estoque, é possível que sua loja online não seja identificada pelo consumidor como uma solução naquela área. A concorrência também será maior, pois você estará competindo com grandes lojas de departamento. Por isso, o ideal é manter o foco e oferecer produtos específicos. Seguindo em nosso exemplo de informática, pense por exemplo em especializar-se em produtos da Apple, ou apenas notebooks, ou somente periféricos.

2 – Pecar na descrição dos artigos
Agora que você já selecionou os produtos específicos que quer vender, é hora de caprichar na sua descrição. Oferecer muitos produtos demanda tempo e trabalho para cadastrar informações técnicas e fotos, mas como você já evitou este erro, agora pode fornecer ao visitante de sua loja online dados variados sobre os produtos que está disponibilizando. A falta de informações sobre as mercadorias em um e-commerce é com certeza um dos maiores erros: como está comprando “à distância”, sem poder analisar o produto de perto, o consumidor precisa da descrição mais detalhada possível dos itens para adquirir confiança e efetivar a compra.

Lembre-se de incluir pelo menos duas fotos ou imagens de cada um dos artigos. Coloque ainda todas as informações importantes como tamanho, peso, dimensões, material, entre outros dados. Se seu produto varia de cor, como é o caso de roupas, por exemplo, descreva as opções disponíveis. Não se esqueça de utilizar termos simples e evitar informações muito técnicas para facilitar a leitura.

3 – Investir na navegação confusa
Outro erro comum de quem está começando no universo do e-commerce é optar por um sistema demasiado complexo. Lembre-se: quanto mais simples melhor! Sua loja virtual deve oferecer uma navegação fácil e intuitiva, e o processo de compra não pode ser longo e confuso. Estabeleça o menor número possível de passos para que o cliente finalize a compra. Opte também por um sistema que tenha recuperação de carrinho, para casos de abandono. Assim, ofereça todas as opções possíveis para que o consumidor não desista (o que inclui também disponibilizar diversas formas de pagamento).

Em termos de design e layout, dê preferência a um sistema limpo e minimalista. Descarte sites muito pesados que demoram para carregar. Não exagere também nos banners e cores, afinal de contas você não quer que sua loja virtual pareça com um mercado de pulgas, certo?


Amyres Fernandez do Buscapé Company fala sobre usabilidade.

4 – Não estabelecer um relacionamento com o consumidor
Algumas lojas online não fornecem opções de contato e atendimento ao cliente. Isto gera muita insegurança em quem está comprando. Afinal, o cliente irá inserir informações bancárias ou de cartão de crédito em seu sistema. Se não houver nenhuma forma de contato ou atendimento, como ele poderá tirar alguma dúvida? Não cometa este erro grave: forneça telefones, e-mails, formulários, bate-papos, enfim, alguma meio que possibilite o contato com a sua loja.

Além dos dados para contato, considere um serviço de atendimento ao cliente (SAC). Estabeleça pelo menos um canal em que seus consumidores possam tirar dúvidas sobre o produto, prazo de entrega e outras informações. Elaborar um conjunto de perguntas e respostas frequentes (FAQ) também pode ser útil. Você pode utilizar, ainda, um serviço de tickets para controlar as solicitações dos clientes. Existem diversas maneiras de otimizar o relacionamento com o consumidor, por isso não cometa o erro de não utilizar uma delas!

Muito comuns na hora de criar um e-commerce, os erros acima podem ser responsáveis pelo fracasso de um empreendimento. Na hora de investir em uma loja virtual, lembre-se de ter a confiança do cliente como prioridade. Para isso, ofereça descrições detalhadas, um design limpo e fácil no site e um bom serviço de atendimento. Certifique-se ainda de que sua loja tenha foco em uma área específica, ou seja, tenha um nicho (oferecendo uma determinada gama de produtos). Evitando estes enganos e seguindo as dicas, seu e-commerce já estará no caminho do sucesso!

 

 

Comentários

Comentários

Tags: , ,

Categorias: Blog, Blog, E-commerce, Blog, Empreendedorismo, Blog, Tendências

Leia Também

Varejo1 apresenta: Varejo Show
Como Aparecer no Google Através do Youtube
Dia 11 de julho tem Curso de E-commerce
Mídias Sociais nas empresas