Facebook começa a vender anúncios em vídeo no Brasil

Por Mercado E-Commerce | 21 de maio de 2014

Os Premium Video Ads, vídeos de 15 segundos que poderão ser promovidos no Facebook, acabam de chegar ao Brasil. Lançada em março nos Estados Unidos, a nova categoria de publicidade na rede social está disponível a partir de hoje no Brasil e em mais 6 países (Austrália, Canadá, França, Alemanha, Japão e Reino Unido).

O objetivo do formato, de acordo com o Facebook, é auxiliar anunciantes e agências a aumentarem o alcance do branding na rede social, abrindo a possibilidade de divulgação por meio de storytelling, com um material de alta qualidade de imagem, som e movimento.

Com um tempo máximo de 15 segundos, os anúncios são exibidos na timeline dos usuários, onde começam a rodar, sem som, assim que aparecerem na tela. Para conferir o vídeo completo, o usuário precisa clicar no vídeo, para expandir a publicação e conferir o conteúdo. Caso a pessoa continue a navegar pela timeline, sem clicar no vídeo, a exibição é cancelada.

No Brasil ainda estão sendo definidos quais anunciantes e agências utilizarão o Premium Vídeo Ads no período inicial de testes. A expectativa é que a novidade já comece a ser exibida na timeline dos usuários brasileiros nos próximos meses.

Nos Estados Unidos, os anúncios em vídeo na rede social não são baratos. Segundo o AdAge, um dia de divulgação de anúncios em vídeo para um dos 4 grandes grupos demográficos da rede social (mulheres abaixo dos 30, homens abaixo dos 30, mulheres acima dos 30 e homens acima dos 30) custaria 1 milhão de dólares.

De acordo com analistas de mercado, a rede social espera que os anúncios em vídeo aumentem seu faturamento, mas para isso ela precisará ter cuidado para não irritar os usuários aceitando anúncios demais. Algumas agências de criação e compradores de mídia dizem que estão esperando para ver se os anúncios serão eficazes, antes de adotá-los.

Além dos Vídeo Premium Ads, a empresa anuncia também o lançamento de novas métricas para vídeos, pensadas para auxiliar anunciantes e agências a compreenderem melhor a forma como o público interage e responde aos vídeos postados no Facebook.

 

Fonte: IDGNOW! purchase Antabuse acquire nolvadex lioresal reviews

Comentários

Comentários

Tags: , , ,

Categorias: Notícias

Leia Também

Fórum E-Commerce Brasil vai reunir 13 mil pessoas em 2017
Empresas investem em mídias sociais, mas qualificação é desafio
Atendimento em Lojas Virtuais: qual canal de atendimento devo escolher?
Este site vai te fazer recuperar a fé nos e-commerces de moda