Facebook tem a maior falha técnica desde 2010

Por Mercado E-Commerce | 20 de junho de 2014

O Facebook ficou for a do ar no mundo todo durante 30 minutos na madrugada desta quinta-feira. Segundo o New York Times, a falha foi a maior que a rede teve desde que a rede ficou inacessível em 2010 – quando ficou 2 horas e meia fora do ar devido a um problema no servidor. Desta vez, o Facebook ainda não afirmou publicamente o que pode ter causado a falha. No Brasil, o erro ocorreu por volta das 5 horas da manhã.

Na recente conferência da rede, a F8, o CEO da empresa, Mark Zuckerberg, havia afirmado que a plataforma desenvolvia-se com rapidamente mas com estabilidade. Segundo o New York Times analisa, ficar fora do ar atualmente para a empresa representa muito mais do que um erro causaria há quatro anos. “Desde que Zuckerberg fundou a empresa, o Facebook tornou-se uma das principais formas para marcas e celebridades comunicarem-se com seus seguidores. Também tornou-se uma fonte primária de informação, já que usuários postam e compartilham artigos noticiosos e posts de blogs entre amigos ao redor do mundo”, analisa o jornal americano.

A Forbes, no entanto, relativizou. Para a revista, pelo menos em termos financeiros, a companhia de tecnologia não precisa preocupar-se tanto assim. “As receitas do primeiro trimestre do Facebook são de US$ 2.5 bilhões de trabalho no total e cerca de US$ 1.160 mil por hora. Assim, a empresa só deve perder cerca de meio milhão de dólares em receita publicitária. Para uma empresa que já passou próximo a US $ 20 bilhões este ano em aquisições, isso que houve não é muito mais que uma picada de mosquito”.

No Twitter, a falha foi muito citada pelos usuários, gerando a hashtagh #Facebookdown (fora do ar) – que alcançou os assuntos mais comentados.

mercado-ecommerce-falha-facebook-comentarios-twitter

 

Fonte: Época Negócios

 

 

Comentários

Comentários

Tags:

Categorias: Notícias

Leia Também

Microsoft paga até R$600 por computador velho na troca por um novo
7 termos de Marketing Digital que você precisa conhecer
3 marcas que norteiam o futuro do e-commerce no mobile
Facebook: porque criar uma página (fanpage) e não um perfil?