Facebook e Twitter dão passos largos em direção ao e-commerce

Por Mercado E-Commerce | 23 de julho de 2014

POR MARK BERGEN
Do Advertising Age

Depois do anúncio nativo, vem aí o botão.

Na quarta-feira, 16, Facebook e Twitter tomaram importantes passos para transformar suas plataformas em espaços de comércio online. Pela manhã, a rede social de Mark Zuckerberg revelou um botão “clique para comprar” para que usuários de desktop e mobile possam adquirir produtos nos próprios anúncios ou posts no site. O serviço está em fase de testes com algumas PMEs norte-americanas.

E no mesmo dia, à tarde, o microblog divulgou suas próprias notícias de e-commerce.

A companhia disse que planeja comprar a CardSpring, startup de San Francisco que permite o desenvolvimento de apps para cartões de crédito, cupons de desconto e outros sistemas de pagamento. A plataforma é focada em conectar o e-commerce a lojas físicas.

Compradores online podem coletar ofertas de venda, sincronizá-las ao cartão de crédito e retirar o produto nas lojas. Para o Twitter, a empresa oferece uma infraestrutura de pagamentos que não é apenas para compras por impulso.

A notícia a respeito da suposta aquisição, publicada no blog oficial da rede, marca uma das primeiras declarações públicas do Twitter sobre planos de comércio.

Anunciantes e analistas há muito esperavam que ambas entrassem no universo do e-commerce para impulsionar os lucros, algo que as coloca em competição contra grandes empresas de cartão de crédito e empresas como Google e Apple. Com a CardSpring, o Twitter demonstra claramente sua disputa com o Facebook, afirma Tim Dunn, diretor de estratégia e mobile na Isobar. “O Twitter está com uma postura muito mais agressiva”.

O Facebook, que tem mais de 1,2 bilhões de usuários, havia tentado disponibilizar compras em sua plataforma no passado, com pouco sucesso. Chamada de Facebook Credits, a ferramenta foi abandonada em 2012.

No ano passado, o twitter contratou Nathan Hubbard, executivo da Ticketmaster, para explorar maneiras de fazer com que usuários comprassem diretamente dos tuítes. Dick Costolo, CEO da empresa, havia afirmado que o esforço resultaria em “compras em um instante”. Recentemente, o microblog também assinou um acordo com a Amazon para compras por meio de hashtags.

Em um post, Hubbard descreveu a CardSpring como uma “perfeita combinação com nossa filosofia sobre as melhores práticas para trazer experiências de compra momentâneas para nossos usuários”. A equipe de catorze pessoas da CardSpring se juntará ao Twitter.

 

Fonte: Proxxima buy nolvadex online generic Lasix buy dopoxetine

Comentários

Comentários

Tags: , , , , ,

Categorias: Notícias

Leia Também

Facebook testa botão ‘comprar’ para usuário adquirir itens sem sair do site
Veja como silenciar usuários chatos ou inconvenientes no Twitter
Lojas Virtuais Grátis
Comércio eletrônico cresce 51% no Dia das Mães