mercado-ecommerce-taxa-conversao-capa-post

Guia do iniciante: O que é taxa de conversão e qual a sua importância?

A taxa de conversão é uma métrica fundamental para acompanhar os resultados dos negócios.

Por Mercado E-Commerce | 29 de julho de 2014

Quem ingressa no mercado e-commerce deve estar preparado para lidar diariamente com o termo “taxa de conversão”. Converter é hoje a maior meta das lojas virtuais: no mercado digital, na maioria das vezes, a conversão é sinônimo de vendas. Mas onde entra a tão comentada taxa? Será que é necessário fazer algum cálculo específico para encontrá-la? Qual seria a taxa de conversão ideal, se é que ela existe?

Confira as respostas para estas e outras perguntas importantes a seguir!

O que é taxa de conversão?

Ao contrário do que muitos pensam, a taxa de conversão não mensura apenas os números ligados às vendas, embora este seja seu uso mais recorrente. Esta taxa também serve para medir outros resultados no universo online.

A taxa de conversão (TC) pode ser definida como a métrica utilizada no intuito de analisar os resultados alcançados com as campanhas e estratégias de marketing. Neste sentido, a TC pode ser o fechamento de uma venda, o preenchimento de um cadastro, a solicitação de um orçamento ou até mesmo a assinatura de uma newsletter.

Importância da taxa de conversão

A taxa de conversão é uma ferramenta de métrica fundamental para acompanhar os resultados dos negócios. Através desta taxa, é possível monitorar o desempenho da empresa e os reais resultados obtidos por ela, inclusive apontando quais estratégias têm sido eficazes para a geração não só de visitas, como também de leads e de vendas. Se você quiser atingir uma boa performance no seu e-commerce, fique de olho na taxa de conversão!

mercado-ecommerce-infografic-taxas-conversao-iinterativa

Como calcular a taxa de conversão

A taxa de conversão não equivale simplesmente ao número de vendas, de cliques ou de cadastros. Para encontrar um resultado preciso, é necessário fazer um cálculo simples, porém comprovadamente eficiente. A taxa de conversão, no segmento do e-commerce, nada mais é do que o resultado da divisão do número de pedidos pelo número de visitas multiplicado por cem. Supondo que você tenha recebido 10 mil visitas únicas em um mês e concretizado 150 vendas neste mesmo período, a sua taxa de conversão será de 1,5%. Trocando em miúdos: 150/10.000 x 100 = 1,5%. Fácil, não é mesmo?

Qual a taxa ideal de conversão?

A taxa de conversão ideal varia de acordo com o objetivo/meta da empresa, além de estar intimamente ligada ao valor dos produtos e serviços que as lojas virtuais oferecem. Estima-se que para as lojas que vendem produtos mais caros, a taxa ideal fique entre 1% e 2%. Para os negócios que comercializam itens mais acessíveis, esta taxa costuma oscilar entre 2 e 3%. Quando as ações visam cliques ou cadastros ao invés de compras, a TC vai de 5% a 20%. Vale destacar que, independentemente dos resultados reais, os empreendedores virtuais sempre sonham com maiores taxas de conversão.

Números da conversão no Brasil

Em 2013, a taxa média de conversão nos e-commerces aumentou levemente, passando de 1,44% para 1,65%. Apesar do crescimento gradual, a taxa de conversão média no nosso país ainda está bem longe de se equiparar aos números expressivos dos EUA, por exemplo: os norte-americanos chegam a taxas de conversão de até 42%.

É interessante acrescentar que boa parte dos brasileiros (30,18%) que geram conversão para as lojas virtuais recorrem a sites de busca, 18,4% partem das redes sociais e 11,88% chegam até a empresa através das ferramentas de e-mail marketing.

Agora que você já sabe o quanto a taxa de conversão é importante, que tal começar a utilizá-la a favor do seu negócio?

Comentários

Comentários

Tags: , , , , ,

Categorias: Blog, Blog, E-commerce, Blog, Marketing Digital, Blog, Usabilidade

Leia Também

Facebook serviu maior volume de publicidade online no Brasil em 2013
Qual é melhor: Google Adwords ou Facebook Ads?
Infográfico animado mostra o que está acontecendo na internet em tempo real
Procon-SP multa Dafiti em R$ 344 mil por falhas no atendimento