mercado-ecommerce-inovacao-ecommerce

Inovação em E-commerce

Saiba mais sobre a importância de se renovar e fazer a diferença no mercado.

Por Mercado E-Commerce | 25 de março de 2011

Lembro-me sempre da marcante frase de Henry Ford : “Você pode comprar o carro na cor que quiser, desde que seja preto”. Ford errou, massificando a vontade dos consumidores, mas também não saiu do mercado, porque soube inovar no momento certo. Em e-commerce, vivenciamos a inovação todos os dias. A pouco mais de um ano nunca tínhamos ouvido falar em compras coletivas. Hoje, só no Brasil, existem mais de 1200 sites desse tipo, provando como uma simples idéia pode se transformar na coqueluche do mercado de e-commerce em pouquíssimo tempo.

Essa idéia de inovação funciona como um instinto de sobrevivência. O mercado precisa se renovar, e foi assim em toda sua história. A pouco tempo ficamos estarrecidos com rápida repercussão do Twitter na Websfera. Padarias avisando seus clientes sobre uma nova fornada de pão quentinho e até construtoras famosas vendendo apartamentos de meio milhão de reais através de uma simples twitada.

mercado-ecommerce-inovacao-ecommerce

O mercado sempre encontra uma forma de renovar. O empreendedor moderno precisa estar atendo a essas nuances e saber investir em lacunas ainda desconhecidas e não exploradas. Recentemente, participando do projeto Bate Papo sobre E-commerce, fiquei conhecendo a byMK, uma rede social 100% brasileira voltada para Moda e Estilo. A idéia é fazer com que o usuário monte seu próprio “Look”, juntando as peças encontradas nos sites parceiros do projeto. Hoje são mais de 200 mil usuários cadastrados, um case de sucesso construído à partir de uma simples idéia.

E para quem acredita que vender roupas pela internet seja um negócio arriscado, basta lembrar das Lojas Marisa. São dez anos de mercado de e-commerce, representando cerca de 0,7% do faturamento da marca, que ronda perto de 1,5 bilhões de reais ao ano. Sem falar na americana Zappos, uma empresa que vende sapatos pela internet. Quem poderia imaginar que um dia as pessoas comprariam calçados sem experimentar? Não é surpreendente? Nem tanto quanto o valor pago pela Amazon na compra da Zappos: 1,2 bilhões de dólares. Depois de tantas inovações, só me resta uma pergunta: o que vem de novo por aí?

Comentários

Comentários

Tags: ,

Categorias: Blog, Blog, E-commerce

Leia Também

A Amazon quer acabar com os supermercados com novo gadget
Grandes varejistas ganham espaço no Mercado Livre
Saraiva testa a entrega de produtos comprados online no mesmo dia em SP
Google quer ajudar startups do Brasil