Metrô de São Paulo agora tem supermercado virtual

Por Mercado E-Commerce | 19 de junho de 2014

Fazer supermercado, do modo tradicional, envolve muitas etapas: empurrar o carrinho, escolher os produtos, enfrentar a fila do caixa, pagar, empacotar, ir para casa e colocar tudo na despensa… Quem não gosta nem tem tempo para gastar com essas atividades, pode fazer as compras online.

Com imagens de 90 produtos, um adesivo que imita as gôndolas de um supermercado promete unir um pouco da experiência tradicional de compras com a virtual. O supermercado no metrô de São Paulo, nas estações Paulista, Pinheiros e Faria Lima, faz parte de uma ação criada pelo aplicativo de supermercado delivery Mercode.

A ação começou na semana passada e vai até 9 de julho, mas existe o plano de expandir para outras estações. A gôndola virtual fica em espaços de grande movimento de pessoas, onde normalmente o metrô já exibe publicidade.

“No fundo, o cliente não precisa do adesivo para comprar, o painel faz mais uma transição entre o supermercado tradicional e o virtual. É para o cliente ir acostumando”, diz Fábio Campos, um dos sócios.

A ideia é que o consumidor se acostume com a facilidade de gastar pouco tempo para fazer suas compras enquanto mexe no smartphone ou tablet, seja no carro, no metrô, na rua, em qualquer lugar. Segundo a empresa, é possível fechar uma compra pelo aplicativo em apenas três minutos, contra de 40 minutos a três horas em um supermercado comum.

No supermercado no metrô, o cliente escaneia o QR code dos produtos (um tipo de código de barras) para fechar a compra via aplicativo ou usando qualquer leitor de QR code instalado no aparelho.

Em média, cada cliente tem gastado R$ 100 nas compras. “Esperávamos vendas de oito itens e um tíquete médio de R$ 50, esse número maior foi uma surpresa”, comenta Fábio Campos. Os produtos mais vendidos são frutas, legumes e laticínios – aqueles itens que geralmente acabam mais rápido em casa.

mercado-ecommerce-supermercado-virtual
Os sócios Igor Garcia, Gabriel Schiavoni e Fábio Campos

Inspiração.

Em julho do ano passado, um supermercado no metrô de Seul, na Coreia do Sul, virou atração. A iniciativa, da Home Plus, rede Tesco, foi pioneira no segmento.

Outros varejistas que atuam exclusivamente com supermercado online, como a Amazon Fresh e a Ocado, também são referência do Mercode. A Ocado, criada em 2000 no Reino Unido, atualmente chega a fechar 40% das vendas via aplicativo e o restante no site.

A ideia do Mercode vinha sendo desenvolvida desde julho do ano passado pelos jovens sócios Igor Garcia, Gabriel Schiavoni e Fábio Campos. As operações começaram no fim de março. O aplicativo está disponível para Android e, em duas semanas, também estará na loja de aplicativos da Apple. Se a compra for feita até meio-dia, a entrega acontece no mesmo dia, sempre pela taxa de R$ 5. Por enquanto, só em São Paulo. O site e o aplicativo têm 2.500 itens disponíveis para os clientes. A empresa faz parcerias diretamente com os fornecedores e não tem loja física.

 

Fonte: Estadão

 

Comentários

Comentários

Tags: , ,

Categorias: Notícias

Leia Também

Fabricantes de alimentos testam seu caminho rumo a um futuro online
Breno Koscky dá dicas para compras online no Dia das Mães
Novos Formatos para as Páginas do Facebook
Como abrir uma Loja Virtual – Mercado E-Commerce