mercado-ecommerce-social-commerce

Social Commerce: aumente suas vendas com a recomendação através das redes sociais

A recomendação de um amigo gera grande influência na decisão de compra do consumidor.

Por Mercado E-Commerce | 20 de dezembro de 2012

Antes de mais nada, pense: quantas vezes você já comprou algo baseado na recomendação de um amigo? Isso é Social Commerce, só que hoje ele acontece também nas redes sociais!

Com o comércio social, as pessoas recebem indicações e são expostas às ofertas de e-commerce nas suas redes sociais. Lembrando que no Brasil cada pessoa tem em média mais de 200 amigos nas redes sociais e que 90% das pessoas confiam na recomendação de amigos, então, o social commerce tem um poder muito grande.

Segundo estatísticas de mercado, 43% dos usuários no Facebook se tornam fãs de uma marca e 68% visitam as páginas de lojas virtuais para se manterem atualizados sobre vendas e promoções, antes mesmo de acessarem a loja oficial. Apesar desses números relevantes, as empresas brasileiras ainda estão engatinhando quando o assunto é social commerce.

Um ótimo exemplo de empresa que já entendeu a importância e relevância da influência social para o futuro das compras online é a Privalia. O clube de compras inovou e criou uma aba em seu Facebook chamada Fan Shop – uma vitrine virtual exclusiva para os fãs poderem comprar as ofertas com desconto – antes de serem veiculadas no site.

E mais: os usuários, além de comprar, podem interagir e divulgar as ofertas para seus amigos. Segundo informações da Privalia, o Fan Shop chega a representar até 30% das vendas de uma campanha.

mercado-ecommerce-social-commerce-privalia-fan-shop-facebook

Outra empresa de destaque é o Magazine Luiza, que inovou ao lançar o “Magazine Você” – social commerce criado tanto no Facebook quanto no Orkut, que possibilita que qualquer pessoa venda os produtos do Magazine Luiza para seus amigos, utilizando lojas virtuais (na forma de aplicativos) que possibilitam desde a personalização do nome, até quais produtos serão comercializados e as formas de divulgação para os amigos e conhecidos. Além disso, cada “dono de uma loja virtual” recebe comissões de acordo com a categoria dos produtos.

O sucesso do social commerce foi tão grande que a meta anual de 10 mil lojas, esperada pelo Magazine Luiza, foi alcançada em apenas dois dias e duplicada em uma semana após o lançamento.

mercado-ecommerce-magazine-voce-social-commerce

Alguma dúvida que o social commerce tem tudo para ser uma aposta certeira para aumentar as vendas do e-commerce?! Resta saber como utilizá-lo estrategicamente para sua marca.

 

Fonte de pesquisa: Sodet e E-commerce Brasil

Comentários

Comentários

Tags: , , ,

Categorias: Blog, Blog, E-commerce, Blog, Facebook, Blog, Redes Sociais

Leia Também

Impressão 3D para as massas
Expo Fórum de Marketing Digital 2016 está com inscrições abertas
Saraiva testa a entrega de produtos comprados online no mesmo dia em SP
Desafio do balde do gelo arrecada mais de US$ 62 milhões nos EUA